quarta-feira, 24 de setembro de 2008

Homofobia, mordaça e o casamento gay...

Grupo Arco-Iris

O Grupo Arco-Iris, um dos grupos mais ativos do Brasil com relação a defesa dos homossexuais, lançou a campanha NÃO HOMOFOBIA (www.naohomofobia.com.br)cujo objetivo é colher assinaturas online para convencer os senadores da República a votarem a favor da criminalização da homofobia (PLC 122).
Esta questão esta sendo deturpada por religiosos fundamentalistas (evangélicos, cristãos, etc) que confundem a lei (e a população) dizendo se tratar da "lei da mordaça gay". Segundo eles, a partir do momento que a lei for aprovada eles não poderão mais "discriminar" os homossexuais. A situação é tão ridícula que o ditado que diz que "quem não deve, não teme" deve ser reforçado. 

Acredito, e sempre acreditei, que todos tem o direito de concordar ou não com a homossexualidade, agora, discriminar ou tentar derrubar leis que garante os direitos de gays e lésbicas é extremamente ridículo (e anti-humano). É como se quisessem destruir fora o que incomoda dentro. Até quando isso vai acontecer? Precisamos dar um basta e nos mobilizar, todos (até mesmo os heterossexuais), para que atrocidades como esta não aconteçam. Para terem idéia, recentemente o cineasta Steven Spielberg e sua mulher Kate Capshaw doaram quase que 100 mil dólares para uma campanha a favor do casamento gay na Califórnia. A mesma atitude partiu do ator Brad Pitt e sua esposa, doando também 100 mil dólares a campanha pró casamento gay (e contra a Proposta 8).

Então meninos e meninas, temos que nos mobilizar. E a hora é essa!

Nenhum comentário:

Postar um comentário