terça-feira, 19 de maio de 2009

Associação da Parada do Orgulho GLBT de São Paulo divulga Ciclo de Debates do 13º Mês do Orgulho LGBT de SP

A APOGLBT (Associação da Parada do Orgulho GLBT de São Paulo) divulga a programação do Ciclo de Debates do 13º Mês do Orgulho LGBT de São Paulo. Entre os dias 03 e 19 de junho, o público poderá participar dos tradicionais debates, além de seminários, oficinas fóruns e um cineclube, gratuitamente. A 7ª edição do Ciclo, cujo tema é “Construindo Políticas para LGBT”, é a maior já realizada em número de eventos e contará com palestrantes de renome, como Marta Suplicy e o Ministro Paulo Vannuchi.

O objetivo do Ciclo de Debates é aprofundar a reflexão acerca do tema proposto para a 13ª Parada do Orgulho LGBT de São Paulo (“Sem Homofobia, Mais Cidadania – Pela Isonomia dos direitos!”), apontando caminhos para o movimento social e para todos(as) aqueles(as) que agem em prol da igualdade e da plena cidadania, propiciando o diálogo entre expoentes dos mais diversos campos do conhecimento relevantes para a população de lésbicas, gays, bissexuais, travestis e transexuais.



Os principais assuntos abordados são os direitos dos LGBT nas esferas estadual, federal e internacional, o sistema judicial, a situação dos LGBT na periferia, a família, a religião e o mercado de trabalho.



Para desenvolver as discussões, alguns nomes de destaque são os de Marta Suplicy e Paulo Vannuchi, da política; Roger Raupp Rios e Maria Berenice Dias, da justiça; Graciela Haydée Barbero e Elizabeth Zambrano, da psicologia; Maria Lúcia Martinelli, da assistência social; Berenice Bento e Regina Facchini, das ciências sociais; entre diversos outros nomes de peso da militância.



Para a realização dos debates, a APOGLBT (Associação da Parada do Orgulho GLBT de São Paulo) conta com as parcerias da Coordenação de Políticas para a Diversidade Sexual (Secretaria da Justiça e Defesa da Cidadania do Estado de São Paulo), do Conselho Regional de Serviço Social (CRESS-SP), do Conselho Regional de Psicologia (CRP-SP), do Centro de Testagem e Aconselhamento (CTA) Santo Amaro, do Grupo Encontro Liberdade Expressão Sexo Seguro (ELES), do Ministério Público Federal (MPF), da Txai Consultoria, da entidade ecumênica KOINONIA, da Associação Brasileira de Turismo Para Gays, Lésbicas e Simpatizantes (Abrat GLS) e da revista e site A Capa.


Todos os eventos do 7º Ciclo de Debates são gratuitos, abertos ao público em geral e acontecem em diversos locais de fácil acesso, todos próximos a estações do metrô.


O 7º Ciclo de Debates é mais uma atividade confirmada para o calendário oficial do 13º Mês do Orgulho LGBT de São Paulo. Haverá ainda a 9ª Feira Cultural LGBT (11 de junho, no Vale do Anhangabaú), o 9º Gay Day (13 de junho, no Playcenter) e a 13ª Parada do Orgulho (14 de junho, na Avenida Paulista). O 9º Prêmio Cidadania em Respeito à Diversidade está em fase final de negociações para a definição do local, data e horário da cerimônia.


Confira abaixo o resumo da programação do 7º Ciclo de Debates “Construindo Políticas para LGBT”. Para mais detalhes sobre cada evento, acesse www.paradasp.org.br.





  • 03 de junho (quarta-feira), às 19h


Abertura Oficial do 7º Ciclo de Debates


Debate “Construindo o sistema paulista de proteção aos direitos da população LGBT: desafios e


perspectivas”


Local: Secretaria da Justiça e Defesa da Cidadania do Estado de São Paulo (Páteo do Colégio, nº 184 – metrô Sé)





  • 04 de junho (quinta-feira), das 8h30 às 17h30


Seminário “Intervenção profissional do assistente social e conquistas de direitos LGBT”


Local: Sindicato dos Químicos (Rua Tamandaré, nº 348 - metrô São Joaquim)





  • 06 de junho (sábado), das 13h30 às 20h30


Seminário “Sexualidade e gênero: diálogo entre a psicologia e a realidade LGBT nos 10 anos da Resolução CFP 01/99”


Local: Conselho Regional de Psicologia (Rua Arruda Alvim, nº 89 - metrô Clínicas)





  • 08 de junho (segunda-feira), às 18h30


Debate “Lésbicas, gays, bissexuais, travestis e transexuais na periferia: na luta pela cidadania plena”


Local: Centro de Cidadania da Mulher de Santo Amaro (Rua Mário Lopes Leão, nº 240 - em frente à Praça Floriano Peixoto, metrô Largo Treze)





  • 09 de junho (terça-feira), das 9h30 às 17h30


Oficina “Direito à não discriminação e acesso à justiça”


Local: Auditório da Procuradoria Regional da República da Terceira Região (Av. Brigadeiro Luiz Antônio, nº 2020 - metrô Brigadeiro)





  • 10 de junho (quarta-feira), às 19h


Debate "Os direitos de lésbicas, gays, bissexuais, travestis e transexuais e os três poderes"



Local: Salão Nobre da Câmara Municipal (Viaduto Jacareí, nº 100, 8º andar - metrô Anhangabaú)





  • 12 de junho (sexta-feira), às 10h e às 19h


Workshop “O Produto GLS: especificidades e cuidados que a empresa deve ter na formatação e comercialização de um produto ou serviço GLS”


Fórum “Uma nova postura: quais as estratégias de marketing e como os destinos turísticos estão se preparando para captar o turista GLS”


Mesa de Imprensa


Roda de conversa “Lésbicas, gays, bissexuais, travestis e transexuais nas empresas: reconhecimento, valorização e desafios”



Local: Hotel Panamericano (Rua Augusta, nº 778 - metrô Consolação)





  • 15 de junho (segunda-feira), às 19h


Cineclube “Liberdade de gênero”


Exibição do filme “XXY” (Lucía Puenzo, Argentina, 2007), seguida de debate


Local: Conselho Regional de Psicologia (Rua Arruda Alvim, nº 89 - metrô Clínicas)





  • 17 de junho (quarta-feira), às 19h


Debate “Os sistemas internacionais de proteção aos direitos humanos em defesa dos cidadãos LGBT”


Local: Secretaria da Justiça e Defesa da Cidadania do Estado de São Paulo (Páteo do Colégio, nº 184 – metrô Sé)





  • 18 de junho (quinta-feira), às 19h


Debate “As religiões na luta contra a homofobia: perspectivas de mobilização”


Local: Secretaria da Justiça e Defesa da Cidadania do Estado de São Paulo (Páteo do Colégio, nº 184 – metrô Sé)





  • 19 de junho (sexta-feira), às 19h


Debate “As vivências familiares de lésbicas, gays, bissexuais, travestis e transexuais: famílias de origem e novos lares


Local: Secretaria da Justiça e Defesa da Cidadania do Estado de São Paulo (Páteo do Colégio, nº 184 – metrô Sé)


4 comentários:

  1. Nestas ultimas decadas houve um avanço positivo com relação a abertura de discussão sobre a existencia de garantia de Direitos de Gays e Lesbicas, porém julgo que o Legislativo esta muito lento com relação as votações para tal garantia se tornar Lei.
    E o nosso Judiciário esta dando a justa medida de direito aos que a eles recorrem.
    Portanto ...vamos deixar o preconceito de lado ....VOTEM.....

    ResponderExcluir
  2. Terezinha Paschoal19 de julho de 2012 06:52

    acho maravilhoso esse assunto ser trazido para a mídia.tenho uma filha transsexual.uma men ina belíssima que nasceu no corpo de um menino(tb belíssimo).demorei muito para entender o que acontecia com ela,apesar da dignidade e coragem dela em me dizer aos 10 anos que não se sentia menino e sim menina.entrei em pânico,chorei e pensei que ia passar, mas não passou.
    hoje tenho uma filha que se chama AMANDA e antes se chamava Leonardo.Vivo num processo de aprendiZado e luta contra o preconceito,inclusive e principalmente da família.Amo a minha filha Amanda e tudo que mais quero é poder ajud[a-la n a sua missão de vida,na luta pela igualdade e felicidade.Ela está na fila de espera do HC para fazer a mudança de sexo.Quero lutar para ajudar não só ela mas todos os outros iguais a ela.Precisamos de ajuda. Amanda precisa de ajuda psicológica e não sei o que fazer. O que mais temo é o preconceito,a homofobia,a violência exacerbada. Minha filha é o ser mais digno que conheço.

    Obrigada por esse espaço.
    terezinha.

    ResponderExcluir
  3. Gilberto Galhardo de Oliveira31 de janeiro de 2013 03:57

    http://nytsyn.br.msn.com/videos/default2.aspx?videoid=a78370c2-6839-2bf5-f1ca-337af9f65aea

    Isso me deixou triste ,,, estremamente triste, o que faremos por eles.

    ResponderExcluir