terça-feira, 31 de agosto de 2010

Psicologia e Homossexualismo



A quantidade de psicólogos e psicólogas preocupados com as questões da homossexualidade tem sido cada vez maiores. Desde o lançamento da 3ª edição do meu livro http://oarmario.com, tenho recebido diversas mensagens parecidas com as da imagem acima. O que me chama mais a atenção é que muitos deles não são homossexuais, mas querem "entender" como "tudo funciona" justamente para prestar um atendimento de maior qualidade e eficácia. Isso me deixa extremamente feliz sendo que uma das críticas no meu livro é justamente esta: muitos psicólogos não entendem nada de sexualidade humana, muito menos sobre a homossexualidade. Parabéns para ela e para todos os colegas da profissão.

5 comentários:

  1. Também acho que todos os psicológos deveriam ler.

    ResponderExcluir
  2. Eu tenho o péssimo defeito de gostar das pessoas inteligentes e com cultura; mas como sei que são isso mesmo? Eu meço pelo nível de preconceito que elas possuem, seja de raça, religião, status social, religião, idade, orientação sexual, etc!
    Ora, se Papai do Céu fez agente assim e disse para nós amarmos uns aos outros como a nós mesmos, então por que a maioria das pessoas apenas cultua estátuas frias de mármore e têm NOJO do diferente? Belo religioso em... Jesus do Céu!
    Muitas vezes eu ouço o discurso de “gente” preconceituosa dizendo que homossexualismo é doença, é pecado, é ANORMAL e que Deus criou tudo “scertinho”, o homem feito para a mulher e vice e versa. Poxa vida, é anormal? Deus não deixa?
    Então “bora” queimar os carros (uma inquisição contra os carros), essas invenções DEMONÍACAS! Vamos começar a criar burros e construir carroças, afinal Deus não deixou o carro, esse invento do demônio. Deus criou o pobre burrinho para que explorássemos ele até a última gota de suor... Então... “Lets go people!”
    Cabe aqui dizer que não sou contra as religiões ou Deus, muito pelo contrário, eu acredito no mesmo e sou uma pessoa bastante espiritualista. Ótimo... Mais um motivo para me queimarem! Além de eu usar carro, ser homossexual, negona, tatuada, pobretona, velha inútil, mal encarada, agora não tenho uma religião “certa”... Mais essa agora viu....
    Vou indo nessa minha gente, antes que eu seja queimada pelas beatas ou então apedrejada... isso me dá medo. Mármore do inferno... Fujam para as montanhas lapônicas.
    Não, vou ousar ir mais além... Poxa, o Papai do Céu nos fez assim, ele nos ama assim, então amem-se, ajudem-se, aceitem-se!
    Uma vez li em um livro que o que nos difere de monstros e psicopata é a capacidade de nos colocarmos no lugar do próximo e termos a compaixão. Achei isso fantástico! E se fosse você aquela “bixa”, aquele “negão”, aquele “mal encarado”, aquele “velho imprestável”, aquele “pobretão”, aquela “sapatão”, aquele “tatuado” ou aquele “cabeludo”? Atearia fogo em sí mesmo? Ou gostaria que ateassem?

    ResponderExcluir
  3. Eu tenho amigos homossexuais amo eles de paixao, são meus melhores amigos mas eu tenho uma dificuldade na questão biológico se eles nasceram assim ou foi uma escolha tomada por eles devido a forma que foram criados a minha vida toda sempre me relacionei com Homens e já fiquei atraída por mulheres mas sempre encarei tudo isso como uma escolha pessoal não biológica !!!!!!!

    ResponderExcluir
  4. Parabenizo a matéria! Estarei escrevendo monografia sobre a temática, gostaria de receber material, indicação de livros etc. estarei falando sobre:
    PSICOLOGIA E HOMOSSEXUALIDADE NOS SEMINÁRIOS CATÓLICOS: REFLEXÕES PARA A UTILIZAÇÃO DAS COMPETÊNCIAS PSICOLÓGICAS NA ADMISSÃO E NA FORMAÇÃO DOS CANDIDATOS AO SACERDÓCIO.
    ficarei grato por vossa colaboração.
    Abraço.

    ResponderExcluir
  5. O mundo manifesta profundo anceio em recuperar a parecela da população que foi injustamente forçada a se ensconder. Talvez porque a teoria filosófica que somos espelho de onde vivemos seja verdade, porém me pergunto, onde nasce um gay? Os exemplos sociais de construção de ser são bem claros em nossas familias, amigos e vizinhos, somos todos educados de acordo com o que a tradição já rege. Então o homossexulismo é falta de educação, é um disturbio psicológico, ou qualquer outra patoligia que os deuses da ciência possam inventar?Não! O que falta a todos perceber é que além da convivência que temos com nosso asseio civil, também temos a nossa construção individual de ser, moldamos nossa identidade, nossa marca, onde caribaremos a sociedade em que vivemos, ai que surge o homossexualismo, não como uma opção, mas como a identidade referente a próprio ser, o tal eu interior. A ignorância fere a sociedade em todos os aspectos e deploravelmente vem atacando injustamente nosso grupo social, que foi separado da sociedade pela análise de quem? Quem deu o direito para que alguém separasse os povos de uma nação? Onde a Constituição que foi escrita tão belamente rege esse desdenhador? Pois é continuaremos muito tempo tendo imensuráveis perguntas para tentar explicar e imprecisamente tentar justificar o direito de qualquer cidadão sobreviver. è lamentável, mas é também indubitável a nossa constante e utópica batalha de todos os tempos.

    ResponderExcluir