terça-feira, 10 de novembro de 2015

Michael Angelakos, líder do Passion Pit, se assume gay.

[caption id="attachment_770" align="aligncenter" width="523"]Michael Angelakos, líder do Passion Pit, se assume gay. Michael Angelakos, líder do Passion Pit, se assume gay.[/caption]

O norte americano Michael Angelakos, líder da banda Passion Pit, se assumiu gay em entrevista dada ao podcast do escritor Bret Ellis, nesta segunda, 09. Segundo Angelakos, um dos momentos mais difíceis de se assumir homossexual foi, de fato, terminar o casamento com sua ex-mulher.




"Eu queria tanto ser hétero, porque eu a amo tanto. Eu acho que foi uma das coisas mais dolorosas quando nós decidimos nos separar."



Para quem não conhece, a banda Passion Pit já lançou três álbuns, o último foi Kindred (neste ano). Entre militantes gays, quando artistas se assumem, dão mais coragem para os que "vivem no armário" a tentarem viver suas vidas de forma autêntica e plena. "Todos ganham!", como já disse nosso colunista e autor do livro sobre a homossexualidade O Armário, Fabrício Viana.


Curta nosso projeto!


Curta nossa página no Facebook, siga-nos no Twitter e, principalmente, receba notícias por e-mail.

Nenhum comentário:

Postar um comentário