sábado, 12 de outubro de 2013

Editora Orgástica é criada em São Paulo e recebe textos de novos autores.



 

Autor do O Armário, livro sobre a homossexualidade que lançou de forma independente em 2006 e que já vendeu mais de 1800 exemplares, Fabrício Viana cria em São Paulo a Editora Orgástica, uma editora focada em temas ligados ao sexo e a sexualidade humana.

O nome orgástica vem de orgasmo, de prazer intenso, da liberdade sexual, de orgônio, de Wilhelm Reich e outros defensores do prazer e combatentes ferozes da neurose humana”, explica Viana sobre o nome peculiar dado à Editora. “Meu objetivo, além de continuar com publicações voltadas para o público LGBT, é o de expandir as produções literárias para todos aqueles interessados em sexualidade, desde a educação sexual de nossos filhos – e que deveria ser importantíssimo em nossa sociedade – até textos eróticos capazes de potencializar o tesão que existe em todos nós.”, complementa Viana.

Entre os projetos da Editora estão o lançamento de uma coletânea de contos eróticos para Ursos, que deverá ser lançada já nos próximos meses, e também a realização do documentário “Relações Abertas – Uma conversa sobre as possibilidades sexuais e afetivas” onde Viana, que  recebeu patrocínio de amigos e leitores por meio do site Catarse.me, faz questão de dividir os detalhes da produção na fanpage www.facebook.com/relacoesabertas .

Fiquei longe de projetos durante muitos anos. Voltei com força total. Deixei de lado dois livros que não consegui finalizar, pedi demissão no meu antigo emprego e mesmo sabendo que editora, livros ou documentários não geram fortunas no Brasil, resolvi mergulhar de cabeça nestes trabalhos que me dão muito  prazer. E estou amando!”, finaliza Viana.

O site da Editora Orgástica entra no ar oficialmente no dia 12 de Outubro de 2013 pelo endereço www.editoraorgastica.com e, além de ter a disposição vários títulos para comprar da editora e seus parceiros, é possível conhecer as possibilidades de publicação para novos autores. Mas sempre com assuntos ligados a sexo e a sexualidade humana.

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário